Manchas brancas na pele – O que são?


COMPARTILHE AGORA MESMO
Avalie este post

As manchas brancas na pele podem surgir por diversas causas. Algumas delas podem ser desde alergia, a micoses, vitiligo, sardas ou até hipomelanose.

É importante observar: o tamanho das manchas brancas na pele, o local do corpo, quando apareceu, se existe irritação, secura ou se há descamação na pele. Após essa primeira análise, é importante consultar um médico dermatologista para que haja tratamento adequado.

1- Micose

A micose na pele é caracterizada pelo aparecimento de pequenas manchas brancas na pele, provocando coceira. Também conhecida como pano branco ou ptiríase versicolor, ela ocorre com mais frequência nas costas, colo e tórax.

O tratamento indicado pelo dermatologista, geralmente consiste no uso de pomadas antimicóticas como: Cetoconazol, Isoconazol ou Miconazol. Podendo ser associado o uso de cremes, géis, shampoos e sabonetes próprios.

Para que não haja contaminação para as outras pessoas da casa, é indicado que toalhas, objetos pessoais e roupas não sejam compartilhados.

2- Manchas na pele causadas pelo excesso de sol

Excesso de sol, especialmente para pessoas com a pele clara e morena que, por vezes se bronzeiam por longos períodos em praias e piscinas, apresentam após alguns dias, a descamação da pele, originando assim manchas brancas na pele.

Para evitá-las é preciso que a pele seja bem hidratada diariamente, além do uso de filtro solar antes de tomar sol. Inclua na sua alimentação a vitamina A, presente em alimentos como cenoura, tomate, ovo cozido, mamão, manga, assim você manterá a pele saudável, evitando assim as manchas brancas.

3- Dermatite atópica

A dermatite atópica é uma inflamação de pele mais comum em bebês, mas pode aparecer também em qualquer idade. Ela causa manchas e/ou placas vermelhas, que podem vir com coceira e quando desaparecem deixam a pele esbranquiçada.

O tratamento indicado por um especialista geralmente inicia-se com corticoides, como o Fenirax e um anti-histamínico para aliviar a coceira. Parte da profilaxia consiste em manter a pele bem hidratada.

manchas brancas na pele

4- Sardas brancas

As sardas brancas geralmente aparecem em pessoas com mais de 40 anos, que possuem a pele morena-clara, que sofreram exposição ao sol em excesso durante suas vias sem a proteção de filtro solar. As áreas de ocorrência são mãos, braços e pernas.

Para evitá-la é importante o uso de protetor solar sempre que se expuser ao sol, bem como proteger as áreas afetadas com chapéus e luvas para que as lesões não piorem.

5- Vitiligo

Essa doença faz com que surjam grandes manchas brancas na pele, que podem afetar até mesmo o interior da boca e mucosas. As causas do vitiligo ainda são desconhecidas pela medicina, porém, acredita-se que seja uma defesa do corpo a células responsáveis pela pigmentação, sendo assim uma alteração genética do sistema imune.

Os dermatologistas podem indicar tratamentos com fototerapia, imunossupressores, corticoides, cremes e pomadas. O mais conhecido destes é o Melagenina plus que estimula a produção de melanina, dando assim um tom uniformizado à pele.

6- Hipomelanose

Esta é uma condição de algumas pessoas que apresentam partes do corpo com tonalidade mais clara que o restante da pele e mesmo tomando sol e parecendo melhorar o aspecto da coloração, ainda existirão partes do corpo que serão mais claras.

Pessoas que possuem muitas alergias, geralmente apresentam essa característica na pele. Ainda não existe tratamento específico para a hipomelanose, sendo apenas necessário tomar sol na parte da manhã e à tarde para melhorar a coloração da pele.

7- Esclerose tuberosa

Também conhecida pelos nomes de doença de Bourneville ou Epiloia, a Esclerose tuberosa aparece na pele através de manchas brancas isoladas umas das outras pelo corpo, principalmente na área do tórax.

Bebês e crianças até 6 anos podem ser acometidas por esta doença, podendo apresentar de 1 até 100 manchas brancas pelo corpo. Com o diagnóstico do médico e início do tratamento, poderá se observar se ocorrerão complicações como convulsões.

Manchas brancas na pele pode ser câncer?

Caso o câncer de pele não seja caracterizado como melanoma, poderá apresentar uma mancha esbranquiçada com as bordas irregulares e texturas e colorações diferentes.

É necessária a visita a um especialista em dermatologia para que ele possa avaliar se é câncer ou não e como iniciar o tratamento.

Pode significar vermes?

As manchas brancas na pele nem sempre se caracterizam por vermes, embora em alguns casos a afirmação seja verdadeira, já que os parasitas atrapalham na absorção de certos nutrientes, ocasionando no aparecimento das manchas.

Outros motivos do aparecimento de manchas brancas na pele podem ser: nutrientes em excesso no organismo como: cálcio, vitaminas D e E, que são encontradas na sardinha, leite, manteiga e amendoim.

O diagnóstico de vermes pode ser identificado por exame parasitológico de fezes e remédios específicos.

Inovação dermatológica

A medicina felizmente tem evoluído e revolucionado no tratamento das manchas de pele, oferecendo assim vários métodos para a cura de doenças, ou mesmo pela estética.

Um dos mais conhecidos são o peeling químico, que usa o ácido glicólico que literalmente queima a parte externa da pele que esteja danificada. São feitas em média 10 sessões, para se obter os resultados desejados como pele mais limpa, saudável, regenerada e sem manchas. O peeling de cristal também é usado para rejuvenescer a pele, usando o hidróxido de alumínio, para diminuir as manchas causadas pelo sol. Geralmente são feitas em torno de 3 sessões para melhorar a aparência da pele.

No mercado, existem diversos cremes acessíveis para a população com o objetivo de clarear a pele, como o Clariderm, Melani-D, Ácido Retinóico entre outros, que buscam hidratar profundamente, estimular a produção de melanina e devolver a coloração natural e saudável da pele.

Soluções caseiras para manchas brancas na pele

Para aqueles que desejam clarear a pele naturalmente, podem utilizar o iogurte natural, que contém ácido lático que ajuda no clareamento da pele e a hidrata. Basta aplicar na área afetada e deixar cerca de 20 minutos, enxaguando e hidratando logo em seguida.

O Bepantol e Hipoglós, também contêm vitamina A que regenera, clareia e hidrata a pele. Basta aplicar a noite sempre antes de dormir e deixar agir durante este período.

Também pode ser usado o Óleo de rosa mosqueta, que hidrata, clareia e regenera a pele. Basta aplicá-lo diariamente na pele e ele auxilia também no tratamento de estrias e acnes.

Deixe uma resposta